Moody’s revê em baixa para “B1” notação de risco de Angola

3 May 2016

A agência Moody’s reviu em baixa de “Ba2” para “B1”, com perspectiva negativa, a notação de risco soberano de Angola, ao abrigo da sétima avaliação anual, informou sexta-feira em Luanda o Ministério das Finanças.

A nota ministerial é corroborada por um comunicado divulgado pela Moody’s em que informa sobre a revisão em baixa da notação de risco de Angola, devido ao facto de a “posição financeira do governo e a externa do país deterioraram-se acentuadamente” devido à quebra dos preços do petróleo.

A agência de notação financeira refere que a baixa cotação do barril do petróleo será prolongada, “pressionando” a “capacidade económica” de Angola e “reduzindo consideravelmente as perspectivas de crescimento de curto prazo do país.”

“A perspectiva negativa reflecte os desequilíbrios em curso no mercado cambial que vai continuar a colocar pressões descendentes sobre as reservas oficiais de divisas e sobre a moeda”, disse ainda a Moody’s.

Neste cenário, aquela agência estima um crescimento económico para Angola de 3% em 2016 e 2017 e aponta para que a dívida pública exceda 50% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano, contra 25% em 2013. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH