Institutos de promoção e investimento do Brasil e Macau cooperam no sector empresarial

5 May 2016

As agências de promoção do investimento e comércio de São Paulo e de Macau poderão selar um acordo para intensificar o intercâmbio de missões empresariais, assegurando-lhes um acompanhamento reforçado no terreno, escreve hoje o jornal Tribuna de Macau.

A proposta foi apresentada pela Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade (Investe São Paulo), uma empresa de direito privado sem fins lucrativos, mantida pelo governo estadual, durante um encontro realizado em São Paulo com uma delegação empresarial de Macau que se deslocou ao Brasil para estar presente na APAS 2016, uma feira internacional dirigida ao sector dos supermercados.

A missão oficial e de empresários de Macau realizou igualmente contactos com potenciais interessados em colocar a respectiva produção no Centro de Exposição dos Produtos Alimentares dos Países de Língua Portuguesa, um espaço inaugurado este ano em Macau.

Sérgio Rodrigues Costa, director da Investe SP, propôs ao Instituto de Promoção do Comércio e Investimento de Macau a assinatura de um acordo no próximo mês de Outubro durante a Feira Internacional de Macau.

O acordo prevê deslocações mais regulares – eventualmente duas vezes por ano – de missões empresariais às duas cidades, ficando a Investe SP e o IPIM  responsáveis pelo apoio e acompanhamento permanente das delegações.

Sérgio Rodrigues Costa referiu que a Investe SP funcionaria como uma “extensão da equipa do IPIM” quando acolher visitas empresariais de Macau.

O Estado de São Paulo tem 44 milhões de habitantes, um Produto Interno Bruto (PIB) nominal que representa cerca de 32% do total do Brasil e um PIB “per capita” que equivale a 132% da média nacional.

São Paulo produz cerca de 75% dos produtos farmacêuticos do Brasil, mais de 40% dos tractores e máquinas agrícolas, 42% dos electrodomésticos e quase 96% dos aviões. (Macauhub/MO)

MACAUHUB FRENCH