Economia de Moçambique deverá crescer apenas 5,8% em 2016

6 June 2016

A economia de Moçambique deverá desacelerar para 5,8% este ano, previsão que está sujeita a riscos caso os investimentos permaneçam moderados e o aumento da dívida pública conduzir a ajustamentos severos, de acordo com um relatório do Banco Mundial.

A revisão em baixa da previsão de crescimento decorre dos preços das matérias-primas continuarem “persistentemente baixos”, de as perspectivas apresentaram-se globalmente fracas e da ocorrência da seca, que vai fazer subir os preços, nomeadamente dos produtos agrícolas, pode ler-se no relatório Actualidade Económica de Moçambique.

O Banco Mundial afirma que as intervenções do banco central moçambicano para reduzir a depreciação da moeda e conter pressões inflacionárias reduziram significativamente as reservas sobre o exterior, tendo-se a cobertura das importações reduzido para pouco mais de dois meses em Março passado.

“Dado o ambiente actual, é importante que Moçambique continue a avançar com reformas destinadas a assegurar a estabilidade macroeconómica e, simultaneamente, manter o foco a longo prazo de construir uma economia flexível e diversificada,” salientou Mark R. Lundell, director do Banco Mundial para Moçambique, Madagáscar, Maurícias, Seicheles e Comores. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH