Portugal e São Tomé e Príncipe assinam novo Programa Estratégico de Cooperação

Portugal e São Tomé e Príncipe assinam este mês o novo Programa Estratégico de Cooperação (PEC) para quatro anos, no montante de 43,5 milhões de euros, afirmou recentemente o primeiro-ministro são-tomense, Patrice Trovoada.

O primeiro-ministro, que falava durante o lançamento das obras de construção de um novo mercado de peixe que vai ser erguido em Bobo Forro, a cerca de três quilómetros da capital, referiu-se a “alguma preocupação” das autoridades relativas ao atraso na assinatura deste novo PEC, “uma vez que já devia ter sido assinado há seis meses.”

O anterior Programa Indicativo de Cooperação (PIC), actualmente designado por Programa Estratégico de Cooperação (PEC), abrangia um período de quatro anos (2012-2015), tendo sido assinado em Lisboa, a 27 de Novembro de 2013, pelo então ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, Rui Machete e pela ministra dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Comunidades de São Tomé e Príncipe, Natália Umbelina.

O próximo PEC tem um envelope financeiro de 43,5 milhões de euros e estabeleceu como eixos prioritários de cooperação a boa governação, participação e democracia e o desenvolvimento sustentável e a luta contra a pobreza.

O próximo programa vai dar prioridade a áreas como saúde, educação, protecção social, defesa e administração interna, sectores onde, de acordo com a embaixadora portuguesa em São Tomé e Príncipe, Paula Silva, Portugal quer ver “reforçada, redinamizada e aprofundado o relacionamento com São Tomé e Príncipe”. (Macauhub/PT/ST)

MACAUHUB FRENCH