Grupo angolano investe no comércio a retalho em Angola

15 June 2016

O grupo angolano Zahara pretende investir cerca de 1385 milhões de dólares na criação de uma rede de hipermercados, centros comerciais e cinemas em Angola, de acordo com despachos presidenciais a aprovar a concessão de benefícios fiscais.

Em causa estão dois projectos das subsidiárias do grupo Zahara Imobiliária e Zahara Comércio, detendo esta última as marcas Kero (hipermercado) e Xyami (centro comercial), das principais referências nesta área em Angola.

O projecto, um dos maiores do género conhecidos em Angola, envolverá, nos termos do primeiro contracto de investimento com a Unidade Técnica para o Investimento Privado (UTIP), a isenção do pagamento de Imposto de Consumo na importação de “quaisquer bens e mercadorias” durante quatro anos, a fase de execução.

O primeiro destes investimentos, que além de 15 centros comerciais e 17 complexos de cinema contempla ainda a construção de uma galeria comercial, distribui-se pelas províncias de Luanda, Benguela, Huíla, Cabinda, Malanje, Huambo, Zaire, Uíge e Cuando Cubango, devendo ser executado num prazo de 48 meses.

A dimensão deste investimento – 935 milhões de dólares – segundo o contracto com a UTIP, implicará ainda a redução do pagamento, pelo grupo Zahara, de 75% das taxas de impostos Industrial, sobre a aplicação de capitais e de aquisição de terrenos, durante 10 anos.

Soma-se um segundo contracto de investimento, em moldes idênticos, no valor de 449,8 milhões de dólares para expandir a marca Kero com 15 hipermercados e um supermercado, em todo o país, com a venda a retalho de produtos alimentares e não-alimentares. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH