Português Novo Banco poderá ser vendido em bolsa

20 June 2016

O Novo Banco, a instituição que herdou os activos considerados de qualidade do falido Banco Espírito Santo (BES), poderá vir a ser vendido em bolsa, estando o respectivo prospecto de dispersão do capital praticamente concluído, informou o semanário português Expresso.

O jornal escreveu também que a venda através do mercado de capitais afigura-se como uma alternativa cada vez mais forte à saída do Estado do capital do Novo Banco, não obstante o Banco de Portugal não ter desistido ainda do cenário considerado ideal, que é a venda da totalidade do capital a um único comprador.

O Banco de Portugal decide até ao final de Junho corrente se avança para um modelo de venda directa do Novo Banco, ou para um modelo de venda em mercado de capitais, sendo apenas nessa altura que será publicada a documentação que os interessados aguardam para decidir se avançam com uma proposta de compra.

Os contactos informais com os interessados que assinaram o acordo de confidencialidade para consultar os dados do Novo Banco, estão a decorrer durante o mês de Junho, para aferir da probabilidade de sucesso num processo de venda directa.

O Novo Banco fechou 2015 com um prejuízo de 981 milhões de euros, resultado que se ficou a dever a imparidades de crédito “herdadas do BES”, que obrigou a instituição a constituir provisões no montante de 1056 milhões de euros.

Excluindo esses efeitos, o resultado operacional foi positivo em 125 milhões, com uma redução de custos de 12,7% face a 2014, tendo os custos com pessoal caído 8,2%. (Macauhub/PT)

MACAUHUB FRENCH