Guangdong quer aproveitar relacionamento de Macau com países de língua portuguesa

22 June 2016

A província de Guangdong pretende aproveitar as vantagens específicas de Macau como plataforma entre a China e os países da língua portuguesa, disse terça-feira em Macau o governador daquela província chinesa, Zhu Xiaodan.

No decurso da Conferência Conjunta de Cooperação Guangdong-Macau 2016 Zhu disse ainda que pretende apoiar as empresas das duas regiões no investimento em países do percurso de “Uma Faixa, Uma Rota” e aprofundar a cooperação da indústria de turismo internacional de Guangdong e Macau.

Zhu Xiaodan salientou que o empreendedorismo dos jovens é um dos aspectos essenciais nesta cooperação, pelo que o governo da província irá impulsionar vários trabalhos neste âmbito, incluindo a aceleração na construção da “Oficina (internacional) de inovação de Nansha para os jovens de Guangdong, Hong Kong e Macau” e do “Vale de criação de negócios para os jovens de Macau em Hengqin”, para que tenham espaço de inovação e empreendedorismo na província.

Em relação à participação mútua na construção de “Uma Faixa, Uma Rota”, o chefe do executivo de Macau, Chui Sai On, disse que o lançamento das estratégias nacionais, tais como o planeamento do 13º Plano Quinquenal, da iniciativa de “Uma Faixa, Uma Rota”, “Pareceres Orientadores sobre o Aprofundamento da Cooperação da Região do Pan-Delta do Rio das Pérolas” e outras políticas importantes, trouxe grandes oportunidades de desenvolvimento à província de Guangdong e a Macau.

Chui Sai On salientou que sendo Macau um “Centro Mundial de Turismo e Lazer” e uma “Plataforma de Serviços para a Cooperação Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa” é favorável à participação do desenvolvimento da estratégia nacional, bem como na organização, com o governo da província de Guangdong, de visitas aos países do percurso de “Uma Faixa, Uma Rota”, para explorar os mercados estrangeiros. (Macauhub/CN/MO)

MACAUHUB FRENCH