Índia apresenta proposta para compra de leguminosas em Moçambique

30 June 2016

O governo da Índia apresentou uma proposta ao seu congénere de Moçambique para assinar um contracto válido por cinco anos para a compra de ervilha-de-pombo (“toor dal”) ao preço mínimo garantido acrescido do custo dos transportes, informou o jornal The Hindu.

O preço mínimo garantido é uma forma de intervenção no mercado por parte do governo da Índia a fim de garantir o rendimento dos agricultores em caso de quebra nos preços dos produtos agrícolas.

As fontes citadas pelo jornal indicaram que um projecto de contracto foi já apresentado ao governo de Moçambique, que ainda não deu uma resposta formal.

O preço mínimo garantido para a ervilha-de-pombo está fixado em 5050 rupias por quintal (100 quilogramas), montante que inclui um bónus de 200 rupias para o ano agrícola de 2016/2017.

No mercado indiano, as leguminosas, que incluem as ervilhas, lentilhas e feijões, estão a ser transaccionadas a 198 rupias o quilograma, devido a uma quebra na produção derivada de dois anos consecutivos de seca.

A produção indiana de leguminosas devera atingir 17,06 milhões de toneladas na campanha agrícola 2015/2016, ligeiramente menor do que a de 17,15 milhões de toneladas verificada um ano antes, mas insuficiente para o consumo, que ascende a 23,5 milhões de toneladas. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH