Central II da barragem de Cambambe, Angola, entra em funcionamento

30 June 2016

A primeira turbina de um grupo de quatro que compõem a segunda fase da Central Hidroeléctrica de Cambambe entra hoje, quinta-feira, em funcionamento, disse o representante do Gabinete de Aproveitamento do Médio Cuanza (Gamek) no projecto.

João Eduardo Ferreirinha Borges disse ainda à agência noticiosa Angop que a turbina, com uma capacidade de produção de 175 megawatts, “vai ser sincronizada com a rede para que possam prosseguir os testes e ensaios da Central II.”

Até Dezembro próximo as quatro turbinas devem estar a produzir 700 megawatts que, adicionados aos 260 megawatts da Central I, vão fazer com que o aproveitamento hidroeléctrico produza 960 megawatts de energia eléctrica.

O Programa de Modernização e Expansão da Barragem de Cambambe contemplou  a elevação da queda, de 100 para 130 metros, bem como a construção de uma nova central, com quatro grupos geradores de 175 megawatts cada.

A obra, que vai dar origem ao maior centro de produção de energia eléctrica a nível da bacia do Médio Cuanza, envolve a construtora brasileira Odebrecht, a alemã Voith, que fornece as turbinas e os geradores e, também, a brasileira Engevix, especializada em engenharia eléctrica.

A barragem de Cambambe, no rio Cuanza, a 200 quilómetros de Luanda, começou a ser construída em 1958 e foi inaugurada a 6 de Outubro de 1963 pelo então Presidente português Américo Thomaz.

Construída pela Hidroeléctrica do Zêzere e de investimento totalmente privado, a barragem surgiu na sequência das negociações para a instalação em Angola de uma fábrica de alumínio, com elevadas necessidades de consumo de electricidade.

A instalação acabou por não se concretizar e a construção que já estava em curso parou sem que fosse concluído o projecto inicial, ficando-se a barragem pela cota de 102 metros (acima do nível do mar) e com quatro grupos geradores (dois só foram instalados em 1969) com um total de 180 megawatts de potência instalada, para garantir os consumos de Luanda. (Macauhub/AO/BR/PT)

MACAUHUB FRENCH