Grupo de Timor-Leste compra participação da brasileira Oi na Timor Telecom

4 July 2016

A participação de controlo do grupo brasileiro Oi na Timor Telecom deverá ser adquirida pelo grupo ETO de Timor-Leste, devendo um acordo final ser fechado a curto prazo, informou Ivan Pereira de Araújo, responsável do consórcio VSLN/Thelson/Bona Fide.

O consórcio foi contratado pelo grupo brasileiro Oi para conduzir a negociação e venda das acções disse recentemente à agência noticiosa Lusa terem sido analisadas 11 propostas de compra, tendo a escolhida sido a apresentada por aquele grupo, de que é proprietário o empresário Nilton Gusmão.

“O facto de se tratar de um cidadão timorense, de dispor de capacidade financeira e de ter uma gestão de sucesso foram, entre outros, os factores preponderantes para fechar negócio com Nilton Gusmão”, disse Pereira de Araújo.

Em causa está a maior fatia de capital da Timor Telecom (54,01%), controlada pela sociedade Telecomunicações Públicas de Timor (TPT) onde, por sua vez, a Oi controla 76% do capital, a que se soma uma participação directa da PT Participações SGPS de 3,05%.

Os restantes accionistas da TPT são a Fundação Harii – Sociedade para o Desenvolvimento de Timor-Leste (ligada à diocese de Baucau), que controla 18% e a Fundação Oriente (6%).

Na TT, o capital está dividido entre a TPT (54,01%), o Estado timorense (20,59%), a empresa com sede em Macau VDT Operator Holdings (17,86%) e o empresário timorense Júlio Alfaro (4,49%).

Posteriormente, o grupo Oi informou a Macauhub que se mantém interessado na venda da participação na Timor Telecom, que estuda propostas nesse sentido e que, até à data, não chegou a acordo com qualquer potencial comprador. (Macauhub/BR/PT/TL)

MACAUHUB FRENCH