ONU associa-se à preservação da biodiversidade em Angola

8 July 2016

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) participa num projecto para recuperar o Parque Nacional de Iona, a maior área de conservação em Angola, disse o director do Instituto de Biodiversidade e Áreas de Conservação Ambiental.

Abias Wongo disse à Rádio Nacional de Angola que este projecto, com um custo estimado em 10 milhões de dólares, tem ainda como parceiros o governo central angolano, a União Europeia e o Fundo Global do Ambiente (GEF).

A área ocupada pelo Parque Nacional de Iona e pelo namibiano Parque da Costa dos Esqueletos e pelo Parque Nacional Namibe-Naukluft ascende a 1200 quilómetros de costa no Oceano Atlântico.

O apoio do PNUD vai permitir que as áreas onde os animais tinham desaparecido começam a ser visitadas por turistas, caso da província do Cuando Cubango onde o final da guerra civil está a permitir o regresso dos animais selvagens.

A ideia é preservar as áreas de conservação da ameaça de caçadores furtivos de países da região, que abatem  de forma ilegal animais como os elefantes para traficar o marfim. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH