Produção de cimento em Moçambique aumenta para 5,3 milhões de toneladas/ano

13 July 2016

A produção de cimento em Moçambique deverá aumentar este ano de pouco mais de 2 milhões de toneladas para 5,3 milhões, com a entrada em funcionamento de três unidades fabris, disse terça-feira em Maputo o director nacional da Indústria.

Abelardo Mateus Matusse disse ainda que as três cimenteiras – a CIFMoz e a Limak Cimentos, ambas na província de Maputo e a Fábrica de Cimentos de Cabo Delgado – que começarão a funcionar antes do final do ano representam um investimento conjunto de 130 milhões de dólares.

Aquele responsável, que falava sobre o novo regulamento da indústria de cimento recentemente aprovado pelo Conselho de Ministros, salientou que o sector do cimento é o que mais tem crescido nos últimos anos, tanto em termos de produção como em pedidos de licenciamento.

Citado pelo matutino Notícias, de Maputo, Mateus Matusse adiantou que o aumento da procura por cimento que se está a verificar no sector da construção civil está a ser um factor decisivo para atrair investimentos que fizeram com que nos últimos quatro anos tenha duplicado o número de cimenteiras.

Moçambique dispõe actualmente de 11 fábricas de cimento, sendo a mais importante a Cimentos de Moçambique com unidades de produção nas províncias de Maputo, Sofala e Nampula. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH