Japão financia construção de pontes em Moçambique

21 July 2016

O Japão doou 12 milhões de dólares adicionais a Moçambique para acelerar a construção de 13 pontes na estrada Ile/Cuamba, que liga as províncias da Zambézia e Niassa, nos termos de um protocolo quarta-feira assinado em Maputo.

A construção das pontes teve início em 2014, num projecto igualmente financiado pelo governo japonês com 38 milhões de dólares, mas as cheias que atingiram a província da Zambézia, em Janeiro de 2015, exigiram obras adicionais, cujo custo será coberto por esta nova doação.

O custo do projecto passou assim para quase 50 milhões de dólares e a conclusão das obras, que estava inicialmente prevista para Agosto próximo, foi adiada para finais de 2017.

A vice-ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação disse que a doação de quase 50 milhões de dólares a Moçambique irá contribuir para a melhoria das condições das vias de acesso no Corredor de Nacala e permitir maior fluxo na circulação de pessoas e bens naquela região.

Nyeleti Mondlane disse que a construção das pontes e da respectiva estrada junta-se a outros projectos que o governo do Japão tem financiado em Moçambique, nomeadamente a recuperação do porto de Nacala, construção dos Institutos de Ciências de Saúde de Nacala e Maputo e o Laboratório de Análises de Solos e Plantas na província de Nampula, este último no âmbito do Prosavana.

O embaixador do Japão, Akira Mizutani, disse por seu turno que o seu país vai continuar a apoiar Moçambique com a entrega de financiamentos não reembolsáveis. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH