Angolana Sonangol financia-se junto de banco britânico

27 July 2016

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) contraiu um empréstimo de 1000 milhões de dólares junto do Standard Chartered Bank para financiar despesas operacionais em 2015, de acordo com o relatório e contas agora divulgado.

O empréstimo tem um prazo de amortização de cinco anos e foi contraído num ano de fortes dificuldades financeiras da petrolífera angolana, decorrentes da quebra para metade nas receitas com a exportação de petróleo, escreveu ainda o angolano Novo Jornal.

O relatório e contas admite que face à “situação patrimonial e desempenho consolidado do grupo Sonangol”, tendo em conta os resultados de 2015, “não foi possível cumprir na íntegra os convénios financeiros exigidos” nos acordos de crédito, como os rácios de endividamento.

Este empréstimo junta-se a outras operações anteriores entre o Standard Chartered Bank e a Sonangol no valor de­ 3,5 mil milhões de dólares em dois empréstimos a 84 meses concedidos em 2014 ­e é justificado no documento face à “necessidade de um reforço” para “financiar” os “projectos de capitais estruturantes e outras despesas operacionais” do grupo estatal do sector petrolífero.

O documento informa que a dívida líquida da Sonangol ascendia, a 31 de Dezembro de 2015, a 7,5 mil milhões de dólares, valor superior em 2 mil milhões de dólares em relação ao período homólogo do ano anterior.

A dívida de longo prazo representava 76% do endividamento total da Sonangol no final de 2015.

A petrolífera estatal fechou o exercício de 2015 com activos de 38,2 mil milhões de dólares e um capital próprio total de 15,2 mil milhões de dólares, incluindo 284 milhões de dólares de resultados líquidos positivos. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH