China foi o maior investidor em Moçambique no 1.º semestre

10 August 2016

A China foi o maior investidor em Moçambique no primeiro semestre com 154 milhões de dólares, quase 60% do total do investimento directo estrangeiro, de acordo com dados do Centro de Promoção de Investimentos (CPI).

Segue-se a grande distância a África do Sul, com 45 milhões de dólares, as Maurícias, com 29 milhões de dólares, o Reino Unido, com 22 milhões de dólares (20 milhões de euros), e Portugal, com 14 milhões de dólares.

Os restantes países na lista dos dez principais investidores são a Turquia, Itália, Índia, Espanha e Estados Unidos.

Segundo o CPI o investimento directo aprovado por Moçambique no primeiro semestre cifrou-se em 478 milhões de dólares.

Os dados revelam que daquele montante 304 milhões de dólares foram investimento directo estrangeiro, 52 milhões de dólares investimento directo nacional e 122 milhões de dólares tiveram origem em suprimentos e empréstimos.

Os mesmos dados revelam que todas as formas de investimento sofreram descidas acentuadas, com o estrangeiro a baixar 54% e o nacional 56%.

Do investimento estrangeiro aprovado pelo CPI, quase 80% está concentrado no sector da construção e obras públicas, indústria, agricultura e agro-indústria e mais de metade (55%) abrange as províncias de Maputo e Cidade de Maputo, a que se segue, com 21%, a província de Sofala. (Macauhub/CN/MZ/PT)

MACAUHUB FRENCH