Presidente de Moçambique quer aproximar serviços financeiros da população

11 August 2016

Mais de 90% da população de Moçambique não tem conta bancária pelo que é necessário aproximar os serviços financeiros dos cidadãos, afirmou recentemente em Maxixe, província de Inhambane, o Presidente Filipe Nyusi.

O chefe de Estado, que falava na 3.ª Feira de Inclusão Financeira, evento organizado pelo Ministério da Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural, recordou que dentro de quatro anos todos os distritos disporão de uma agência bancária mas acrescentou ser necessário levar os serviços financeiros às zonas mais distantes.

Ao abrigo do projecto “Um distrito, um banco”, foi assinado na ocasião um acordo entre o Fundo Nacional de Desenvolvimento Rural e o Millenium bim, BCI, Moza Banco e o Nosso Banco, que assegura a instalação de agências bancárias em todos os distritos onde ainda não existem.

Citado pelo matutino Notícias, de Maputo, Filipe Nyusi disse que o projecto vai minimizar o sofrimento da população que é obrigada a percorrer grandes distâncias para ter acesso aos serviços financeiros.

Dados divulgados na feira indicam que um terço da população moçambicana leva até um dia para alcançar uma instituição financeira, que apesar do aumento das instituições financeiras no país, de 12 para 18, a cobertura bancária distrital é inferior a 50 % e que o crédito formal está disponível para apenas 3% da população adulta.

Actualmente, apenas 78 dos 150 distritos que compõem a divisão administrativa de Moçambique dispõem de uma agência bancária. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH