Nove das 10 maiores empresas exportadoras de Angola são do sector petrolífero

19 August 2016

Nove das dez maiores empresas exportadoras de Angola no primeiro trimestre de 2016 operavam no sector petrolífero, sendo o primeiro lugar da lista ocupado pela estatal Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol), informou o Ministério das Finanças.

O comunicado divulgado pelo ministério informa que a Sonangol exportou entre Janeiro e Março o equivalente a 125,9 mil milhões de kwanzas (755 milhões de dólares), uma quebra homóloga de 54%, que reflecte a forte descida na cotação do preço de petróleo no mercado internacional nos primeiros três meses de 2016.

A única excepção a empresas do sector petrolífero na lista das dez maiores é a estatal Sociedade de Comercialização de Diamantes de Angola (Sodiam), concessionária do Estado para o sector diamantífero e responsável pela comercialização dos diamantes angolanos, que no primeiro trimestre exportou pedras preciosas já lapidadas no valor de 31,6 mil milhões de kwanzas, subindo ao segundo lugar.

Em terceiro lugar figura a Cabinda Gulf Oil Company, subsidiária da norte-americana Chevron para a produção de petróleo em Cabinda e que exportou 28,3 mil milhões de kwanzas, menos 59% face ao primeiro trimestre de 2015.

A maior quebra entre as principais exportadoras de Angola ocorreu na subsidiária da petrolífera francesa Total, que desceu para a décima posição, tendo exportado 11,9 mil milhões de kwanzas, contra 83,3 mil milhões de kwanzas no período homólogo de 2015, uma quebra de 86% e a perda do segundo lugar que ocupava nos primeiros três meses de 2015.

A Sonangol Pesquisa e Produção e a Sonangol Distribuidora (ambas do grupo Sonangol), além da Esso, BP e ENI foram outras das maiores dez empresas exportadoras de Angola entre Janeiro e Março.

Dados divulgados pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) na semana passada revelam que Angola mantém-se como o maior produtor de petróleo em África. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH