Preço das matérias-primas leva ao encerramento de empresas em Moçambique

22 August 2016

Três empresas mineiras encerraram na província de Nampula, norte de Moçambique, devido à crise económico-financeira que o país atravessa e à redução do preço dos minérios nos mercados internacionais, disse o director provincial do sector.

Olavo Daniasse, director provincial dos Recursos Minerais e Energia de Nampula, disse que uma quarta empresa mineira vai reduzir a actividade a partir de Setembro, com todas elas a argumentarem que os custos de produção não param de crescer e que as vendas não compensam.

Uma das empresas mineiras que encerrou é a Damodar Ferro Lda, de capitais indianos, havendo outras que estão a lutar com dificuldades, caso da chinesa Hayiu Mining Company, que embora numa situação difícil ainda não anunciou o despedimento de trabalhadores, de acordo com a imprensa moçambicana.

Mais a sul, na província da Zambézia, a crise económico-financeira e a tensão político-militar conduziu ao encerramento de 88 empresas na província da Zambézia e consequente despedimento de 319 trabalhadores.

Eugénio Selemane, do Secretariado Provincial da Organização dos Trabalhadores Moçambicanos, disse ao matutino Notícias, de Maputo, que os sectores mais afectados com os despedimentos são os de construção civil, indústria, comércio, panificação e transportes, principalmente nos distritos de Quelimane, Mocuba, Milange, Gurué e Alto Molócuè, regiões que têm alguma actividade económica.

Na vizinha província de Tete os despedimentos de trabalhadores são em número muito maior, cerca de 4000, mas as razões prendem-se com a quebra do preço do carvão, principal produto de exportação, nos mercados internacionais.

A Vale Moçambique, subsidiária do grupo brasileiro Vale, foi a empresa que despediu mais trabalhadores moçambicanos, com 2348 dos 3937 postos de trabalho perdidos.

A empresa despediu no mesmo período 520 trabalhadores estrangeiros, de um total de 535 que estão envolvidos na indústria extractiva de carvão mineral um pouco por toda a província, de acordo com o chefe do Departamento de Recursos Minerais da Direcção Provincial dos Recursos Minerais e Energia de Tete, Protásio Aurélio. (Macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH