China Communications Construction Company poderá comprar empresa de construção civil no Brasil

6 September 2016

A Camargo Corrêa, uma das maiores empresas de construção civil do Brasil, foi colocada à venda pelo grupo a que deu origem, podendo a mesma vir a ser adquirida pela China Communications Construction Company (CCCC), noticiou a imprensa brasileira.

Um texto publicado no jornal Valor Económico adianta que, além da CCCC, foram sondadas outras empresas potencialmente interessadas na Camargo Corrêa, caso de francesas e espanholas, sendo que o grupo brasileiro pretende vender na totalidade a unidade de engenharia e construção civil.

O grupo Camargo Corrêa, que foi condenado por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa nas obras da refinaria Abreu e Lima, da Petrobras, teve administradores presos e enfrenta dificuldades para fechar o negócio de venda da construtora devido às incertezas que reinam relativamente a investigações futuras.

Devido às multas que foram aplicadas em diversos processos judiciais e a um passivo elevado, o grupo Camargo Corrêa tem estado a desfazer-se de activos a fim de obter liquidez.

Recentemente, vendeu a participação de 23,6% que detinha na CPFL Energia ao grupo China State Grid por 6 mil milhões de reais e em Novembro de 2015 alienou o controlo da Alpargatas, uma empresa que fabrica chinelos de praia, ao grupo brasileiro J&F Investimentos por 2,67 mil milhões de reais.

O grupo Camargo Corrêa é um conglomerado administrado pela SGPS Camargo Corrêa, de capital fechado e controlo familiar, com sede na cidade de São Paulo, que actua em sectores fundamentais da economia: engenharia e construção, cimento, concessões de energia e de transporte e mobilidade urbana, indústria naval e imobiliário. (Macauhub/BR/CN)

MACAUHUB FRENCH