Ministro advoga necessidade de plano director para local turístico em Angola

7 September 2016

As Pedras Negras de Pungo Andongo, em Angola, necessitam de um plano director para investimentos tendo em vista a geração de receitas e a preservação dos aspectos naturais da região, disse segunda-feira em Cacuso o ministro da Hotelaria e Turismo.

O ministro Paulino Baptista justificou a sua afirmação com o facto de haver empresários que já manifestaram interesse em investir na região, razão pela urge a realização de um estudo profundo sobre quais os tipos de projectos a permitir.

Paulino Baptista disse que o ministério que tutela vai trabalhar com o governo provincial de Malanje na elaboração do referido plano director, que contemplará actividades que atraiam turistas e preservem os aspectos naturais das Pedras e a criação de serviços de apoio turístico.

O ministro recordou a abertura de uma linha de crédito por parte do Banco Sol, ao abrigo de um acordo com o Ministério da Hotelaria e Turismo, que visa apoiar pequenos e médios empresários que pretendam investir no sector turístico.

Na terça-feira, último dia da deslocação de Paulino Baptista a Malanje, o ministro visitou as Quedas de Água de Calandula (antigamente conhecidas por Quedas de Água do Duque de Bragança), outro dos grandes pontos de atracção turística da província. (Macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH