Província de Tete, Moçambique, vai ter zona franca industrial

9 September 2016

O governo de Moçambique vai criar uma zona franca industrial em Revubué, província de Tete, que numa primeira fase ocupará uma área de 4500 hectares e terá um custo de 770 milhões de dólares, anunciou o porta-voz do Conselho de Ministros.

O porta-voz e vice-ministro da Saúde, Mouzinho Saíde, disse que o governo pretende contar com o apoio do sector privado para ser possível avançar com a primeira fase do empreendimento.

Mouzinho Saíde disse ainda estar actualmente a decorrer o processo de identificação de potenciais financiadores que, de acordo com o plano elaborado, irá funcionar como pólo de desenvolvimento da indústria e de outros serviços, propiciando a criação de postos de trabalho na região.

“Foram já identificados alguns potenciais investidores, decorrendo actualmente  processo de lançamento de concursos para a construção da siderurgia que vai ser implantada como projecto âncora naquela zona”, disse Saíde, citado pelo matutino Notícias, de Maputo.

O porta-voz do Conselho de Ministros acrescentou que o desenvolvimento de projectos na área da indústria extractiva na província de Tete criou condições para o estabelecimento de pólos de desenvolvimento industrial, concentrando empreendimentos que podem agregar valor a diversos recursos minerais em fase de exploração. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH