Inflação homóloga de Macau manteve em Agosto tendência de queda

22 September 2016

A inflação homóloga em Macau manteve em Agosto a tendência de queda ao situar-se em 1,65%, número que representa uma quebra de 43 pontos base relativamente ao valor de 2,08% registado em Julho, informaram os Serviços de Estatística e Censos.

O crescimento verificado em Agosto deveu-se, principalmente, à subida das rendas dos parques de estacionamento, dos preços das refeições adquiridas fora de casa, das despesas dos serviços de administração de edifícios e dos preços dos automóveis.

Em Agosto, ao invés de inflação verificou-se deflação, com o Índice de Preços no Consumidor a ter caído 23 pontos base relativamente ao valor do índice registado um mês antes

Os índices de preços das classes de despesa vestuário e calçado e da habitação e combustíveis baixaram 2,63% e 0,34%, em termos mensais, devido aos saldos do vestuário e do calçado, à queda das rendas de casa e dos preços do gás de petróleo liquefeito.

A taxa de inflação medida pela dos índices dos 12 meses terminados em Agosto relativamente aos 12 meses imediatamente anteriores registou um acréscimo de 3,20%, o valor mais baixo dos últimos seis anos. (Macauhub/MO)

MACAUHUB FRENCH