Governo de Angola adjudica obras em Cabinda a empresas da China

23 September 2016

Uma empresa chinesa foi contratada pelo governo de Angola para construir uma rede de energia eléctrica e respectivas ligações ao domicilio na cidade de Cabinda, tendo o respectivo contracto de adjudicação sido assinado quarta-feira naquela capital provincial.

O projecto de electrificação e ligações domiciliárias da cidade de Cabinda está orçado em 60 milhões de dólares e prevê a construção de três grandes subestações eléctricas, instalação de cem postos de transformação e 30 mil ligações domiciliárias, permitindo que cerca de 180 mil pessoas passem a ter acesso a energia eléctrica.

Na mesma ocasião foram adjudicadas a empresas dos grupos China Railway 20 Bureau Group Corporation e China Railway Construction Corporation as empreitadas de construção de duas obras para reforço do abastecimento de água potável à população de Cabinda.

A primeira obra foi entregue a uma empresa do grupo China Railway 20 Bureau Group Corporation, tem um prazo de execução de 23 meses, vai custar 120,2 milhões de dólares e, de acordo com a agência noticiosa Angop vai beneficiar mais de 630 mil habitantes, quando associada à segunda obra.

A segunda obra foi entregue a uma empresa do grupo China Railway Construction Corporation, tem um prazo de execução igualmente de 23 meses e vai custar 88,8 milhões de dólares.

O ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, que se deslocou àquela cidade a fim de testemunhar a assinatura dos contractos, lançou também um projecto de energia e água na comuna de Dinge, município de Cacongo, que fica 95 quilómetros a norte da cidade de Cabinda. (Macauhub/AO/CN)

MACAUHUB FRENCH