Grupo BP contracta compra de milhões de toneladas de gás natural de Moçambique

A ENI East Africa, subsidiária do grupo italiano ENI, assinou um acordo vinculativo de venda de gás natural liquefeito com a BP Poseidon, uma empresa controlada pelo grupo BP, informou o grupo em comunicado divulgado terça-feira em Milão.

O acordo vinculativo, assinado igualmente pelos parceiros do grupo no bloco Área 4 da bacia do Rovuma, norte de Moçambique, Galp Energia de Portugal, Kogas da Coreia do Sul e a estatal moçambicana Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, tem um período de validade de 20 anos.

O documento envolve todo o gás natural processado na unidade flutuante de processamento Coral Sul, que terá uma capacidade superior a 3,3 milhões de toneladas de gás por ano.

O comunicado divulgado pelo grupo ENI adianta que este negócio foi já aprovado pelo governo de Moçambique e está apenas condicionado pela decisão final de investimento, que deverá ser tomada ainda este ano.

O grupo ENI é o operador do bloco Área 4, com uma participação indirecta de 50% detida pela ENI East Africa, que detém 70% daquele bloco, sendo os restantes parceiros os grupos Galp Energia, Kogas e Empresa Nacional de Hidrocarbonetos, com 10% cada.

O grupo China National Petroleum Corporation detém uma participação indirecta de 20% naquele bloco, através da ENI East Africa. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH