Empresa da China constrói novo estádio de futebol na Guiné-Bissau

7 October 2016

A empresa estatal chinesa de engenharia hidráulica e construção civil Sinohydro vai, em breve, construir um estádio de futebol com capacidade para 45 mil espectadores na Guiné-Bissau, anunciou quinta-feira o presidente da empresa, Zhang Qian.

Um memorando de cooperação nesse sentido foi assinado em Bissau pelo ministro da Juventude, Cultura e Desportos, Toma Gomes Barbosa e o responsável máximo da empresa que chefia uma delegação em missão de inspecção de potenciais áreas a investir futuramente na Guiné-Bissau.

Zhang Qian informou que dentro de um mês técnicos da empresa estarão em Bissau para proceder ao levantamento das necessidades, antes do início dos trabalhos do futuro estádio, sem no entanto avançar pormenores sobre o custo das obras.

Aquele responsável revelou que a Sinohydro pretende ainda investir na Guiné-Bissau nas áreas de energia e infra-estruturas, sem no entanto avançar mais pormenores.

O ministro guineense da Juventude Cultura e Desportos agradeceu o interesse manifestado pela empresa chinesa e mostrou-se satisfeito com a possibilidade do país vir a ser dotado com uma infra-estrutura desta natureza e dimensão.

No início dos anos 90 do século passado, a China construiu na Guiné-Bissau o mais importante e moderno estádio de futebol existente até à data no país. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH