Fundo da China para investimentos em países de língua portuguesa vai ter sede em Macau

A sede do fundo de 1000 milhões de dólares para investimentos nos países de língua portuguesa anunciado pela China em 2013 vai ser transferida de Pequim para Macau para facilitar o contacto junto dos potenciais interessados, disse hoje em Macau o presidente do Fundo.

A informação foi avançada à agência noticiosa Lusa pelo presidente do Fundo de Cooperação para o Desenvolvimento entre a China e os Países de Língua Portuguesa, Chi Jianxin, à margem da Conferência dos Empresários e dos Quadros da Área Financeira inserida no programa da 5.a Conferência Ministerial do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre os Países de Língua Portuguesa (Fórum Macau), que termina hoje, quarta-feira.

Chi disse ainda ter a decisão sido já tomada, indo agora serem iniciadas conversações com o governo de Macau sobre como assegurar o funcionamento do Fundo ou mesmo que tipo de estrutura vai funcionar localmente.

O presidente do Fundo de Cooperação para o Desenvolvimento entre a China e os Países de Língua Portuguesa afirmou esperar que a transferência da sede para Macau possa ter lugar ainda em 2016.

O Fundo da Cooperação para o Desenvolvimento entre a China e os Países de Língua Portuguesa, com um capital social de mil milhões de dólares, anunciado no decurso da 4.ª Conferência Ministerial do Fórum de Macau, é uma iniciativa conjunta do Banco de Desenvolvimento da China e do Fundo de Desenvolvimento Industrial e de Comercialização de Macau (FDIC).

A operação e gestão do Fundo caberá ao Fundo de Desenvolvimento China-África, na dependência do Banco de Desenvolvimento da China, tendo o valor da primeira parcela entregue sido de 125 milhões de dólares, que foram assegurados pelas entidades participantes China Development Bank Capital Corporation Ltd. (75 milhões de dólares) e FDIC (50 milhões de dólares).

O Fundo concentrar-se-á nas necessidades de investimento e financiamento das empresas do interior da China (incluindo Macau) e dos países de língua portuguesa, colocando ênfase no apoio à entrada das empresas do interior da China e de Macau no mercado dos países de língua portuguesa e atracção das empresas desses países para se desenvolverem na China. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH