Macau e Portugal assinam protocolos de cooperação turística e de segurança alimentar

12 October 2016

Macau e Portugal assinaram terça-feira dois protocolos de cooperação, sendo um relativo à segurança alimentar e o segundo no domínio do turismo, contemplando este a possibilidade de empresas que já estão em Macau possam também investir em Portugal, de acordo com a imprensa local.

Citando o ministro da Economia de Portugal, que assinou ambos os documentos, o jornal Tribuna de Macau, escreveu que este segundo protocolo pretende igualmente a “dinamização de uma promoção conjunta num momento em que vai haver voos directos entre Portugal e a China, para que possa haver mais turistas portugueses a virem à China e, obviamente, a Macau.”

O acordo, assinado por Macau pelo Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Alexis Tam, preconiza ainda a “possibilidade de abrir novas rotas, acordos de colaboração na parte da captação mútua de investimento estrangeiro e, também, aspectos que são importantes no que respeita à transferência de conhecimento e partilha de informação”, acrescentou Manuel Caldeira Cabral.

Sobre a possibilidade de uma rota mais directa ao sul da China, ao invés de apenas ligar Lisboa e Pequim, o ministro entende que “primeiro devíamos trabalhar para concretizar a rota que será lançada em Junho para depois potenciar uma rota directa para o sul da China.”

Para Manuel Caldeira Cabral, “as próprias companhias vão estar atentas ao sucesso da primeira rota e, por isso mesmo, estamos a trabalhar para garantir que esta rota é um sucesso”.

O ministro indicou ainda que o mercado chinês não só é um dos que mais está a crescer, como se caracteriza por “turistas que têm um gasto médio elevado, fazem muitas compras, gostam de ficar em bons hotéis.”

O protocolo de Acompanhamento e Fiscalização das Actividades Alimentares foi assinado entre a Secretaria para a Administração e Justiça do Governo da Região Administrativa Especial de Macau da República Popular da China e o Ministério da Economia de Portugal, tendo pelo lado de Macau sido assinado pela Secretária para a Administração e Justiça do Governo RAEM, Sónia Chan Hoi Fan.

Este documento visa o reforço da comunicação e intercâmbio de informações entre Macau e Portugal, no quadro da segurança alimentar, bem como o aprofundamento das relações de cooperação e promoção dos trabalhos relacionados com a segurança alimentar. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH