Empresa chinesa vai construir central eléctrica de biomassa na Guiné-Bissau

21 October 2016
O governo da Guiné-Bissau rubricou quinta-feira com o empresário chinês Xuguang Li, presidente da Shenyang Lan Sa Trading Co Ltd, um acordo para a construção de uma central eléctrica de biomassa para abastecer as cidades de Bissau e Mansoa no centro do país.
No âmbito do acordo, a parte chinesa compromete-se em produzir uma quantidade indeterminada de arroz, da qual 67 por cento será destinada ao consumo e os 33 restantes para alimentar a central eléctrica.
De acordo com Xuguang Li, a assinatura deste memorando é o culminar de cinco anos de estudos levadas a cabo pela sua empresa sobre a viabilidade do projecto.
O Ministro da Agricultura, Rui Nene Djata disse que o acordo vai dar resposta ao apelo lançado pelo Presidente da Republica José Mário Vaz para intensificar a produção de arroz no sentido de garantir auto-suficiência alimentar da Guiné-Bissau.
A Shenyang Lan Sa Trading Co Ltd, que tem sede na província e Liaoning no norte da China, assinou em 2012 com o governo da Guiné-Bissau uma série de acordos destinados a construir habitação social, um complexo industrial na capital, a reabilitação de uma fábrica de algodão em Bafatá e a construção de infraestruturas de captação e distribuição de água também em Bissau.(Macauhub)
MACAUHUB FRENCH