Chinesa XCMG quer participar no caminho-de-ferro que liga o Brasil ao Perú

26 October 2016

A empresa chinesa Xuzhou Construction Machinery Group Co. (XCMG) disse ao Presidente do Brasil, Michel Temer, estar interessada na construção de trechos da Ferrovia Integração do Centro-Oeste (FICO) nos estados de Goiás (GO), Mato Grosso e Rondônia (RO), ligando os municípios de Uruaçu (GO) e Vilhena (RO).

O presidente da XCMG, Wang Min, referiu a Michel Temer que a empresa chinesa quer participar no projecto ferroviário que vai ligar os oceanos Atlântico, no Brasil, e Pacífico, no Perú, propiciando alternativas para o escoamento de grãos e minérios.

A XCMG que tem a sua sede em Pouso Alegre, no Estado de Minas Gerais entrou no Brasil em 2004 e inaugurou a sua primeira fábrica em 2014 onde produz anualmente cerca de sete mil máquinas industriais.

Segundo o portal do Planalto, Wang Min assegurou também ao Presidente Temer que o grupo chinês, o quinto maior do mundo na fabricação de máquinas de construção, pretende aumentar o investimento no Brasil e apresentou propostas concretas para a construção de trechos do caminho-de-ferro que vão ligar os portos do Brasil no Atlântico e Perú, no Pacífico. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH