Banco de Cabo Verde revê em alta previsão do crescimento económico em 2016

3 November 2016

O Banco de Cabo Verde (BCV) reviu em alta a previsão de crescimento da economia cabo-verdiana em 2016, antecipando para 2016 bem como para 2016 um crescimento económico no intervalo entre 3% e 4%, de acordo com um relatório recentemente divulgado.

O Relatório da Política Monetária do banco central de Cabo Verde relativo a Outubro de 2016 prevê agora que a economia do país registe um crescimento mais acelerado este ano comparativamente às previsões constantes do relatório de Março, em que se antecipava um crescimento entre 1,5% e 2,5%.

As novas previsões traduzem, de acordo com o BCV, do lado da procura, “a execução das despesas de funcionamento e a evolução mais favorável dos investimentos privados, num contexto de redução mais acentuada dos preços no consumidor, com impacto positivo no consumo privado.”

Do lado da oferta, a revisão em alta é explicada “pelo expressivo crescimento da administração pública, bem como dos impostos arrecadados nos primeiros três meses do ano, pela recuperação dos serviços de alojamento e restauração e pelo forte dinamismo do sector da construção, nos meses mais recentes.”

Para 2017, o crescimento económico deverá aproximar-se “do limite inferior do intervalo entre 3% e 4%”, de acordo com o BCV.

O Banco de Cabo Verde adiantou que o crédito à economia deverá crescer em torno de 3,0%, tanto em 2016, como em 2017, impulsionado sobretudo pelo aumento dos empréstimos às empresas privadas e aos particulares.

O Governo de Cabo Verde prevê para 2017 um crescimento económico na ordem dos 5,5% e a redução do défice das contas públicas para 3%, de acordo com a proposta de Orçamento de Estado, que em Novembro será discutida na Assembleia Nacional. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH