Empresa chinesa estuda construção de refinaria no Ceará, Brasil

16 November 2016

A empresa chinesa Guangdong Zhenrong Energy vai realizar os estudos para a construção de uma refinaria na Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Ceará, ao abrigo de um memorando de entendimento segunda-feira assinado em Zhujiang Xincheng, arredores de Cantão, com o governador daquele estado do Brasil.

Dados divulgados pelo governo do Ceará indicam que a refinaria deverá custar 4 mil milhões de dólares e garantir postos de trabalho a 10 mil pessoas durante o período de construção e a oito mil pessoas, entre directos e indirectos, quando entrar em funcionamento.

A refinaria desejada pelo governo do estado do Ceará disporá de capacidade para processar diariamente 300 mil barris de petróleo, tendo a imprensa brasileira referido que a empresa também chinesa Qingdao Xinyutian Chemical também esteve presente na cerimónia de assinatura do memorando.

Os recursos para financiar o projecto devem ter origem em bancos chineses, ainda de acordo com o comunicado do governo cearense, que acrescenta que o memorando agora assinado surge no âmbito do acordo assinado no início de 2016 entre os governos do Brasil e da China.

A Guangdong Zhenrong Energy Co. (GDZR) foi fundada em 2002 e é especializada em comércio e investimento de energia e recursos naturais, concentrando-se em matérias-primas como metais, carvão e produtos químicos.

O maior accionista da GDZR, a Zhuhai Zhenrong Company, é uma empresa estatal de grande dimensão e uma das cinco maiores empresas de comércio de petróleo e produtos petrolíferos registadas na Organização Mundial do Comércio. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH