Inflação homóloga em Macau mantém em Outubro tendência decrescente

22 November 2016

A inflação homóloga em Macau manteve em Outubro a tendência decrescente verificada já alguns meses, tendo-se situado em 1,33%, menos 0,26 pontos percentuais relativamente à contabilizada em Setembro passado, informaram os Serviços de Estatística e Censos.

O crescimento verificado em Outubro deveu-se, principalmente, aos aumentos dos preços das refeições adquiridas fora de casa, das rendas dos parques de estacionamento, das despesas dos serviços de administração de edifícios, dos preços dos automóveis e das propinas escolares.

Os Serviços de Estatística e Censos adiantaram que o aumento do índice de preços da classe de despesa Produtos Alimentares e Bebidas não Alcoólicas (+1,68%, face a Outubro de 2015) continuou a estreitar-se, representando esta classe a maior despesa dos agregados familiares.

A taxa de inflação, medida pela média dos índices dos últimos 12 meses sobre os 12 meses imediatamente anteriores, atingiu 2,75%, o mais baixo valor desde Outubro de 2015.

Em termos mensais, os preços cresceram 0,17% relativamente a Setembro de 2016, tendo os maiores aumentos ocorrido nas classes de despesa vestuário e calçado, das bebidas alcoólicas e tabaco e dos transportes, que subiram 3,26%, 0,57% e 0,39%, respectivamente, devido ao lançamento do vestuário de Inverno, bem como ao acréscimo dos preços das bebidas alcoólicas, da gasolina e da manutenção e reparação dos automóveis. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH