Governador do Banco Nacional de Angola determinado no combate ao branqueamento de capitais

30 November 2016

O governador do Banco Nacional de Angola (BNA), Valter Filipe da Silva, reafirmou a determinação do Estado angolano em combater “o branqueamento de capitais”, no decurso de um encontro com empresários italianos que operam em Angola, segunda-feira realizado em Roma.

No encontro mantido na sede da Agência para a Promoção no Exterior e a Internacionalização das Empresas Italianas (ICE), o governador acrescentou que o Estado está igualmente determinado em estancar a fuga de divisas e impor ética no sistema financeiro do país.

De acordo com a agência noticiosa Angop, Valter da Silva disse aos empresários italianos que, com a queda do preço do barril de petróleo, o BNA teve de trabalhar no sentido de melhorar o sistema financeiro e intervir nas políticas monetária e cambial a fim de evitar uma crise cambial.

A deslocação do governador do BNA enquadra-se no reforço da cooperação com o banco central da Itália, nomeadamente na prevenção e combate ao branqueamento de capitais e financiamento ao terrorismo bem como fortalecer as relações com os bancos correspondentes para a criação de condições e facilidades de entrada de liquidez, através de operações de financiamento aos bancos comerciais e às empresas angolanas.

As relações de cooperação existentes entre Angola e Itália iniciara-se em Agosto de 1977, com a assinatura de um memorando que instituiu a Comissão Bilateral, então Comissão Mista de Cooperação, a que se seguiram a assinatura de uma dezena de instrumentos jurídicos, nos domínios económicos, técnico, cultural e científico. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH