Brasil cria em Dongguan centro de apoio a empresários brasileiros e chineses

12 December 2016

A Câmara de Comércio Brasil-China anunciou que vai inaugurar em Março de 2017, na cidade chinesa de Dongguan, um edifício onde irão funcionar serviços destinados a apoiar as relações comerciais e económicas entre os dois países.

Segundo o jornal Estado de S. Paulo, o edifício que representa um investimento de 200 milhões de dólares e que ficará localizado numa área de 35 hectares e possui 75 mil metros quadrados de construção vai reunir serviços de assessoria jurídica internacional e alfandegária, fornecedores de produtos e soluções logísticas e escritórios de representação de empresas brasileiras e chinesas.

A primeira fase do projecto, onde deverão ficar instaladas 200 empresas, foi inaugurado a semana passada com a presença de representantes dos governos estaduais de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo, do Ministério do Turismo do Brasil, da cidade de Campinas e responsáveis governamentais chineses.

Nesta fase inicial as empresas brasileiras e chinesas recebem espaços gratuitos por um período de dois anos.

Além de escritórios, o complexo possuiu um hotel de luxo, um centro de conferências e outro de exposições e um centro comercial com 30 mil metros quadrados.

Dongguan, é a segunda maior cidade da província de Guangdong com oito milhões de habitantes, está localizada a sensivelmente 100 quilómetros a norte de Hong Kong e possuiu uma grande comunidade de brasileiros nomeadamente ligados à indústria do calçado e de cabedais.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH