Inaugurada fábrica de processamento de caju em Nampula, Moçambique

12 December 2016

Uma fábrica de processamento da castanha de caju pertencente à Korosho” Moçambique Limitada da ETG (Export Trade Group), uma empresa de capitais das Maurícias e da Índia, entrou em funcionamento nos arredores da cidade de Nampula, província de Nampula,  escreve a Agência de Informação de Moçambique (AIM).

A fábrica, inaugurada no norte de Moçambique, pelo Presidente moçambicano Filipe Nyusi, emprega 700 trabalhadores e tem capacidade para processar 2.500 toneladas de castanha de caju por ano. A empresa prevê aumentar até finais de 2020 a capacidade de processamento para 10 mil toneladas anuais.

A fábrica produz actualmente cerca de 500 toneladas de amêndoa, a maioria das quais são exportadas para a África do Sul, Europa, Ásia, Estados Unidos e Canadá, entre outros.

Esta é a segunda fábrica de processamento da castanha de caju instalada pelo mesmo grupo em Moçambique. A primeira funciona há mais de dez anos no distrito de Chiúre, província de Cabo Delgado, norte de Moçambique. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH