Barragem dos Pequenos Libombos, em Moçambique, suspende distribuição de água à agricultura

15 December 2016

A barragem dos Pequenos Libombos, na província de Moçambique, deixou de fornecer água para sistema de irrigação das empresas agrícolas de modo a garantir que seja possível o abastecimento de água para consumo da população.

O anúncio foi feito pelo ministro das Obras Públicas, Habitação e Recursos Hídricos, Carlos Bonete Martinho, após uma visita à barragem que recebe água da estação de tratamento do Umbelúzi e fornece as cidades de Maputo, Matola e o distrito de Boane.

A falta de água é consequência da seca que afecta sete províncias de Moçambique, nomeadamente o sul do país, desde o início de 2016.

O ministro referiu que a descarga da barragem é actualmente de três metros cúbicos por segundo comparados com os 4,2 metros cúbicos por escondo em situações de normalidade.

“Desde o ano passado que estamos a tomar medidas para gerir a situação mas fomos obrigados a suspender os abastecimentos para que seja possível fornecer água para a população” disse Bonete Martinho.

O ministro pediu para que se use apenas a água necessária e se suspenda a rega de jardins e a lavagem de viaturas com mangueira.

Bonete Martinho revelou que o governo esta a mobilizar recursos para que sejam lançados mais projectos semelhantes ao Centro de Distribuição de Água de Intaka, em Maputo, com a exploração de água subterrânea. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH