China envia missão médica a São Tomé e Príncipe

A China vai enviar em Fevereiro uma missão médica para prestar cuidados de saúde à população de São Tomé e Príncipe, anunciou quarta-feira em São Tomé Yong Feng, quadro superior do Ministério de Saúde da China.

O anúncio do envio desta missão teve lugar no final de uma audiência concedida pelo primeiro-ministro Patrice Trovoada, cerca de duas semanas após o restabelecimento de relações diplomáticas entre a República Popular da China e São Tomé e Príncipe, em detrimento de Taiwan que aplicava mais de um milhão de dólares por ano no sector sanitário são-tomense.

Além de prioridades apontadas “para as áreas de estomatologia, cardiologia e cirurgia geral”, Yong Feng sublinhou ainda “a necessidade de introduzir em São Tomé e Príncipe algumas tecnologias e inovações médicas chinesas.”

A delegação chinesa já visitou hospitais, postos e outros centros de saúde e manteve contactos com diversas entidades sanitárias de São Tomé e Príncipe.

“Estamos a efectuar uma visita de reconhecimento das reais necessidades sanitárias” disse Feng, que acrescentou “ter já uma ideia do apoio que a China irá prestar a São Tomé e Príncipe no sector da saúde”, na sequência do corte do apoio de Taiwan.

Além de contribuir com mais de um milhão de dólares anuais, sobretudo em acções de combate ao paludismo, Taiwan efectuava ainda intervenções em outras áreas de saúde através de missões médicas bem como recuperação e construção de infra-estruturas sanitárias. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH