Agricultores do Huambo, Angola, recebem mudas de café arábico

12 January 2017

Cooperativas agrícolas e produtores individuais de alguns municípios da província do Huambo receberam no princípio de Janeiro corrente mais de 50 mil mudas de plantas de café arábico com o objectivo de fomentar a produção, disse um responsável municipal da Estação de Desenvolvimento Agrário (EDA).

Por ocasião da entrega de 6000 mudas de plantas no município de Cachiungo, Joaquim Pinto Afonso disse à agência noticiosa Angop terem as mesmas sido distribuídas pela direcção provincial do Instituto Nacional de Café de Angola (INCA).

O responsável municipal da EDA disse ainda que os camponeses, tanto os associados em cooperativas com os individuais, vão participar em acções de formação em que técnicos vão ensinar as formas de cultivo das mudas bem como os cuidados a observar no tratamento e preservação das plantas.

Esta espécie de café cultiva-se, normalmente, em zonas altas e neste processo utiliza-se um espaço de dois metros entre plantas e três entre linhas, visto que é necessário deixar um intervalo para facilitar o manejo de pragas e a realização das sachas.

O chefe de departamento provincial do INCA no Huambo, Horácio Melo, presente no acto, confirmou que a direcção tem um programa de fornecimento de mais de 50 mil mudas de café a nível da província e, com essa acção, pode-se obter um resultado satisfatório no prazo de cinco a seis anos.

“As plantas estão a ser oferecidas aos produtores e não estão a ser comercializadas, porque o nosso propósito é aumentar a plantação e subir os níveis de produção, visto que o que pretendemos é que cada produtor familiar tenha no mínimo o equivalente a um hectare”, concluiu Horácio Melo. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH