Empresa Nacional de Diamantes de Angola produz mais mas factura menos

16 January 2017

A Empresa Nacional de Diamantes de Angola (Endiama) registou uma produção de diamantes que superou 9,0 milhões de quilates, praticamente idêntica à meta estabelecida pelo Ministério do Planeamento e do Desenvolvimento Territorial, afirmou o presidente da estatal.

António Carlos Sumbula, que falava em Lunda por ocasião do 36.º aniversário da concessionária nacional de diamantes, disse que a empresa facturou no ano passado 1079 milhões de dólares, menos 130 milhões de que em 2015 “devido ao facto de o aumento da produção originar a diminuição dos preços por quilate.”

O presidente da Endiama adiantou ter já recebido orientações superiores no sentido de inverter este quadro, pelo que em 2017 a empresa vai procurar produzir menos diamantes a fim de fazer subir o preço nos principais mercados.

No entanto, António Sumbula adiantou que a empresa tem estado a efectuar voos em algumas regiões do território angolano “com o objectivo de descobrir mais reservas de diamantes” e acrescentou que este ano vai-se iniciar a exploração de uma pequena mina “designada por CAT 42, uma pequena mina perto do Catoca.”

A governadora provincial da Lunda Sul, Cândida Narciso, referiu que as cooperativas artesanais criadas têm contribuído para o aumento do emprego na região, tendo conseguido integrar todos os exploradores ilegais de diamantes.

A Empresa Nacional de Diamantes de Angola foi constituída a 15 de Janeiro de 1981. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH