Banco Nacional Ultramarino abre agência na ilha de Hengqin

19 January 2017

O Banco Nacional Ultramarino (BNU) dispõe desde quarta-feira de uma agência na ilha em Hengqin, município de Zhuhai, facto que representa “um passo inovador no fortalecimento da cooperação económica entre Guangdong e Macau”, nas palavras de Pedro Cardoso, presidente da comissão executiva do banco.

Pedro Cardoso salientou na sua intervenção ser o BNU o primeiro banco de Macau a abrir uma agência na China continental, ser o primeiro banco autorizado a realizar negócios em renminbis e ser o representante do primeiro grupo bancário internacional a abrir uma agência na Zona de Comércio Livre de Hengqin (ZCLH).

O presidente da comissão executiva do BNU, que vai assinalar o seu centésimo décimo quinto aniversário, recordou que o banco faz parte do grupo financeiro estatal português Caixa Geral de Depósitos (CGD) que está presente em seis países de língua portuguesa, além de Portugal, sendo líder de mercado em cinco deles.

“O BNU, através da sua ligação ao grupo CGD, pode apoiar as empresas de Macau a expandirem os respectivos negócios nos países de língua portuguesa, promover uma cooperação mais estreita entre Macau e a província de Guangdong e apoiar Macau como uma plataforma de serviços para a cooperação económica e comercial com os países de língua portuguesa”, disse Cardoso.

Presentes na cerimónia de inauguração da agência de Hengqin, que tem como gerente Raymond Fong, diversas individualidades de Macau, como o secretário para a Economia e Finanças, Leong Vai Tac e da China.

A ZCLH está localizada frente a Macau no município de Zhuhai e foi aberta pelo governo da China como um novo pólo de desenvolvimento económico na província de Guangdong.

O Banco Nacional Ultramarino, que conta actualmente como clientes com um terço da população de Macau, foi o primeiro banco emissor do território, função que assegura actualmente em simultâneo com o Banco da China. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH