Défice comercial de Macau regista melhoria de 17% em 2016

27 January 2017

O défice comercial de Macau registou cifrou-se em 61 305 milhões de patacas (7663 milhões de dólares) em 2016, número que representa uma melhoria de 17,1% relativamente ao défice apurado em 2015, no montante de 73 971 milhões de patacas, informaram os Serviços de Estatística e Censos.

O défice contabilizado em 2016 resultou do facto de as exportações de Macau terem-se situado em 10 046 milhões de patacas (1255 milhões de dólares), com uma variação homóloga negativa de 6,0% e as importações terem atingido 71 351 milhões de patacas (8918 milhões de patacas), com uma quebra homóloga de 15,7%.

As alterações registadas nos valores das exportações e das importações permitiu que a taxa de cobertura das importações pelas importações tenha passado de 12,62% em 2015 para 14,07% em 2016.

Os Serviços de Estatística e Censos informaram também que as importações provenientes da China continental (25,84 mil milhões de patacas) e da União Europeia (17,03 mil milhões de patacas) diminuíram 18,9% e 9,6%, respectivamente, em relação a 2015, mas adiantaram que as importações dos países de língua portuguesa aumentaram 10,7% para 666 milhões de patacas.

Alguns produtos de consumo importados por Macau foram-no menos no decurso de 2016, caso dos relógios de pulso (quebra de 23,3%), automóveis de passageiros e motociclos (-53,5%), combustíveis e lubrificantes (-11,4%), telemóveis (-40,0%) e materiais de construção (-37,7%).

Em Dezembro, o saldo comercial de Macau registou um saldo negativo de 6027 milhões de patacas, tendo as exportações atingido 753 milhões de patacas, uma quebra homóloga de 18,65% e as importações ascendido a 6780 milhões de dólares, uma contracção de 2,96%. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH