Empresários da China aumentam investimentos em Angola

2 February 2017

Empresários da China vão investir em Angola nos sectores educativo, sanitário e agro-industrial nos próximos anos, anunciou o presidente da Câmara de Comércio Angola/China (CAC), que acrescentou irem os respectivos contractos de investimento ser assinados em breve.

Arnaldo Calado disse que os empresários chineses têm agora a atenção virada para aqueles sectores, considerados fundamentais para o desenvolvimento da economia, depois de no passado terem estado concentrados nos sectores de construção, comércio e prestação de serviços.

No decurso da Assembleia de Balanço Geral Ordinária da CAC, o conselheiro e coordenador no sector da Agricultura e Pescas, Nelson Dias dos Santos, disse que para 2017 está agendado o estabelecimento de algumas parcerias no sector agrícola, de acordo com a agência noticiosa Angop.

“Estão identificadas as empresas chinesas interessadas em investir no sector agrícola para aumentar a quantidade de bens alimentares, havendo igualmente várias indicações por parte de empresas angolanas e chinesas interessadas no estabelecimento de parcerias para reunir sinergias e desenvolver os projectos”, afirmou.

A Câmara de Comércio Angola/China tem 600 empresas associadas, com as 232 chinesas interessadas em investir em quase todos os sectores da actividade económica em Angola e algumas das angolanas a pretenderem investir na China.

A Assembleia de Balanço Geral Ordinária da Câmara de Comércio Angola/China serviu para medir o grau de cumprimento das actividades programadas ao longo dos dez meses de existência. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH