Primeiro satélite de Angola será colocado em órbita no 3.º trimestre de 2017

3 February 2017

O Angosat1, o primeiro satélite angolano, deverá ser colocado em órbita no terceiro trimestre do ano, disse quinta-feira em Luanda o ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha.

No decurso de uma visita ao Centro de Controlo e Emissão do Satélite, localizado no município de Cacuaco, em Luanda, o ministro disse que tanto o satélite como o centro de controlo estão prontos “mas os técnicos que irão receber e descodificar os sinais que o Angosat1 irá emitir estão actualmente em formação.”

Com o Angosat1 em órbita, acrescentou José Carvalho da Rocha, as operadoras de telecomunicações ao invés de adquirirem largura de banda em satélites que existem na região vão fazê-lo no satélite angolano, “com pagamento em moeda nacional.”

Citado pela agência noticiosa angolana, o ministro recordou que o tempo de vida útil de um satélite é de cerca de 15 anos mas garantiu que antes que isso aconteça o governo irá avançar com a encomenda de um novo.

O director do Centro de Controlo e Emissão do Satélite, Mário João, disse que estão actualmente a ser formados 45 técnicos que vão assumir o controlo do satélite Angosat1, nomeadamente das áreas de planificação, análise e turnos de supervisão.

O Angosat1 será o primeiro satélite de comunicações de Angola, tendo sido encomendado a um consórcio russo que integra as empresas RSC (Rocket Space Corporation) Energia, Telecom-Projecto 5 e Rosoboronexport, que lidera o grupo, sendo a primeira responsável pela construção do satélite. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH