Banco BPN Brasil vendido à sociedade brasileira Crefipar

8 February 2017

A SGPS estatal portuguesa Parparticipadas vendeu a totalidade dos 93,65% que detinha na BPN Participações Brasil, a SGPS que controla o Banco BPN Brasil, sucursal do entretanto nacionalizado Banco Português de Negócios, à empresa brasileira não-cotada Crefipar Participações e Empreendimentos, informou a estatal.

“O valor da transacção corresponderá ao valor dos capitais próprios nessa data, acrescido de um ágio de 2 milhões de euros, sendo o valor de referência dos capitais próprios (de 30 de Novembro de 2016) de 11,03 milhões de euros”, lê-se no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

A Parparticipadas adiantou no comunicado que “a venda à adquirente Crefipar Participações e Empreendimentos, sociedade de direito brasileiro, fica condicionada à obtenção das necessárias autorizações, designadamente do Banco Central do Brasil.”

Para o negócio ser concretizado faltam ainda as autorizações regulamentares, nomeadamente do Banco Central do Brasil.

A Parpaticipadas adiantou que com esta alienação é dada “continuidade ao processo de venda das participações sociais que foram transferidas do Banco Português de Negócios para o Estado em Fevereiro de 2012.”

O Banco Português de Negócios (BPN) foi nacionalizado em 2008, tendo sido a primeira nacionalização em Portugal depois de 1975.

Quatro anos depois de ter sido colocado sob a gestão da Caixa Geral de Depósitos, o BPN foi vendido ao Banco BIC Português, entidade de capitais luso-angolanos, por 40 milhões de euros, enquanto outros activos que pertenciam ao banco (nomeadamente activos tóxicos) ficaram em sociedades criadas propositadamente para os absorver (Parvalorem, Parparticipadas e Parups).(Macauhub)

MACAUHUB FRENCH