Grupo ENI aumenta produção de petróleo em Angola

9 February 2017

O grupo italiano ENI iniciou a extracção de petróleo num novo campo do bloco 15/06 do mar de Angola, denominado Cabaça Sudeste, cinco meses antes do previsto e apenas três anos após o início dos trabalhos, informou o grupo em comunicado divulgado quarta-feira em Milão.

Com a entrada em exploração deste novo campo, o grupo italiano vai conseguir extrair do bloco 15/06, que é designado como “abundante”, 150 mil barris de petróleo por dia.

A produção neste campo é feita com recurso à Unidade Flutuante de Produção, Armazenamento e Descarga (FPSO, na sigla em inglês) Armada Olombendo, que pode armazenar 80 mil barris de petróleo por dia e comprimir até 3,4 milhões de metros cúbicos de gás por dia.

A FPSO Armada Olomendo foi construída em Singapura, onde foi baptizada em 14 de Outubro de 2016.

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) e o grupo ENI anunciaram em Fevereiro a entrada em produção do campo Mpungi, em águas profundas 350 quilómetros a nordeste de Luanda, elevando na altura a 100 mil barris de petróleo a produção diária do bloco 15/06.

O grupo italiano é o operador do bloco 15/06, com uma participação de 36,84%, tendo como parceiros a estatal Sonangol Pesquisa e Produção (36,84%) e a SSI Fifteen Limited (26,32%). (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH