Economia de Macau contrai-se menos do que o previsto em 2016

13 February 2017

A contracção económica de Macau em 2016 “foi inferior ao previsto”, disse o Secretário para a Economia e Finanças, Lionel Leong Vai Tac, que acrescentou ter a quebra verificada no primeiro semestre sido quase compensada pela recuperação e estabilização verificada na segunda metade do ano.

O secretário, que falava à margem da recepção de Primavera da Associação de Bancos de Macau, mostrou-se confiante de que a economia possa apresentar um “ligeiro crescimento” em 2017.

Pediu, no entanto, cautela, devido ao facto de a economia de Macau continuar a ser afectada por diversos e complexos factores, nomeadamente a pressão cambial nas exportações.

Lionel Leong elogiou ainda o esforço da banca, indicando que as alterações no funcionamento do sector contribuíram para reforçar a capacidade de resistência e resposta financeira.

O Produto Interno Bruto de Macau, depois de ter crescido 10,7% em 2013, caiu no ano seguinte 0,4% e deu 20,3% em 2015, ano em que se situou em 46 mil milhões de dólares ou 71 848 dólares “per capita.”

Os dados relativos à evolução da economia no quarto trimestre de 2016 e ao longo de todo o ano serão divulgados dia 3 de Março pelos Serviços de Estatística e Censos.

O presidente da Autoridade Monetária de Macau, Anselmo Teng, que o sector bancário do território obteve um lucro de 14,2 mil milhões de patacas, um crescimento anual de cerca de 11%. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH