Vale Moçambique aumenta produção de carvão em 2016

21 February 2017

A Vale Moçambique, subsidiária do grupo brasileiro Vale, extraiu 5,5 milhões de toneladas de carvão mineral na mina que explora em Moatize, província de Tete, um acréscimo de 10,7% relativamente aos 4,96 milhões de toneladas contabilizados em 2015, informou o grupo em comunicado.

O aumento da produção ficou a dever-se, de acordo com o relatório de produção relativo ao quarto trimestre e ao ano de 2016, na melhoria registada no projecto Moatize I e no início de um novo denominado Moatize II.

A produção no último trimestre de 2016, com 1,6 milhões de toneladas, foi inferior em 9,7% à registada no período homólogo de 2015 devido “à restrição no fornecimento de explosivos, utilizados no desmonte da mina.”

Embora tenha havido um aumento da produção em termos anuais, com 3,5 milhões de toneladas de carvão metalúrgico e 2,0 milhões de toneladas de carvão térmico, o montante atingido foi pouco mais de metade da meta de 10 milhões de toneladas anunciada em 2015.

A quantidade de carvão escoada pela empresa nos corredores ferroviários de Sena/Beira e de Nacala atingiu 8,8 milhões de toneladas em 2016, ficando 113% acima dos 4,1 milhões de toneladas transportados em 2015.

O carvão embarcado em 2016 totalizou 8,7 milhões de toneladas, mais 36% do que os 3,7 milhões de toneladas embarcados em 2015, em resultado das melhorias registadas no Corredor de Nacala.

“Em Dezembro de 2016, as nossas operações em Moçambique atingiram um recorde histórico, com uma quantidade transportada de 1,097 milhões de toneladas e embarcada de 1 071 000 toneladas”, indica o documento que resume a actividade da Vale Moçambique em 2016. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH