Bolsa de Cabo Verde fecha 2016 com capitalização bolsista de 646 milhões de dólares

23 February 2017

A Bolsa de Valores de Cabo Verde (BCV) fechou 2016 com uma capitalização bolsista de 67 775 milhões de escudos (646,6 milhões de dólares), valor que representa um aumento anual de 8,5%, de acordo com o relatório e contas da instituição relativo ao ano transacto.

O documento adianta que não obstante ter havido uma ligeira diminuição do número de títulos cotados (-2,5%), o valor global de operações no mercado primário voltou a aumentar (9,2%) face ao período homólogo, em que se cifrou em 14 470 milhões de escudos (138 milhões de dólares).

Para a obtenção do valor registado em 2016 – de 15 801 milhões de escudos – o relatório destaca as emissões de obrigações através de oferta particular de empresas como a Aeroportos e Segurança Aérea (ASA), a Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) e o Banco BAI e leilões de títulos do Tesouro.

O mesmo documento adianta que, seguindo a tendência dos anos anteriores, o mercado primário da dívida pública teve maior dinâmica, tendo representado cerca de 92% do montante global verificado no mercado primário.

Definindo 2016 como tendo sido um ano com bom desempenho, “tendo em consideração as várias limitações macroeconómicas”, o relatório e contas da BCV menciona o facto de as transacções no mercado secundário terem registado “um aumento considerável de 556,1% face ao contabilizado em 2015”, com um total de 1400 milhões de escudos (13,3 milhões de dólares.

No entanto, a BCV realçou o facto deste segmento – mercado secundário – continuar com pouca liquidez, tendo em consideração a frequência de transacções (44 no total). (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH