Presidente de Moçambique no Japão para promover projectos energéticos

14 March 2017

O Presidente de Moçambique vai procurar atrair o envolvimento do Japão, onde se encontra em visita oficial, em projectos energéticos no país e encontrar compradores para o gás natural a ser futuramente extraído na bacia do Rovuma, disse a ministra dos Recursos Minerais e Energia.

A ministra Letícia Klemens, que faz parte da comitiva presidencial que de segunda a quinta-feira estará em visita ao Japão, disse ainda que assegurar mercado para o gás natural, produto de que Moçambique dispõe em grande quantidade, “constitui uma das metas que interessa consumar, dado que o Japão tem fortes laços de cooperação bilateral, que podem ser ainda de maior dimensão.”

“Nesta visita ao Japão temos a apresentar os recursos energéticos do gás e do carvão e olhamos para o Japão como um grande cliente, uma vez que precisamos que seja um comprador do nosso gás”, afirmou a titular da pasta dos recursos minerais e energia, realçando que essa é a maior expectativa em relação aos recursos minerais.

Moçambique possui reservas estimadas em 100 biliões de pés cúbicos de gás natural na bacia sedimentar do Rovuma, na sequência de descobertas que indicam tem potencial para se tornar no terceiro maior produtor de gás natural liquefeito do mundo, depois do Qatar e da Austrália e no maior a nível do continente africano.

A ministra apontou igualmente o projecto da central a carvão de 1200 megawatts em Tete, entre outros de elevada prioridade para o governo moçambicano, de acordo com a agência noticiosa AIM. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH