Aumento dos preços em Angola preocupa Fundo Monetário Internacional

23 March 2017

O aumento dos preços em Angola, que oscila entre 2,0% e 2,5% em termos mensais apesar das medidas de política monetária adoptadas, é uma das preocupações do Fundo Monetário Internacional, disse quarta-feira à chegada a Luanda o chefe da missão para Angola, Ricardo Velloso.

A missão manteve um encontro com alguns membros da Comissão Económica do Conselho de Ministros para apresentação da agenda de trabalho que a ocupará ao longo de uma semana, assinalando dessa forma a preparação da missão de consultas anuais ao abrigo do Artigo IV, que visitará Angola final do ano.

Neste encontro, em que não houve análise pormenorizada dos dossiers, participaram os ministros das Finanças, Archer Mangueira, da Economia, Abrahão Gourgel, o governador do Banco Nacional de Angola, Válter Filipe e representantes do Ministério do Planeamento e Ordenamento Territorial.

Ricardo Veloso disse ser necessário reduzir o aumento dos preços para taxas mais baixas e salientou o facto de as decisões de política monetária adoptadas pelo Banco Nacional de Angola de forte contracção da base monetária, de estabilidade da base cambial e das taxas de câmbio no mercado oficial e no paralelo não terem tido ainda um impacto significativo.

“As preocupações do FMI são as mesmas que foram detectadas na anterior missão e que foram apresentadas no relatório produzido recentemente”, salientou Ricardo Velloso. (Macauhub)

MACAUHUB FRENCH